Este é o blog oficial de Beto Guedes.
É mais um espaço criado especialmente para seus fãs .
Sintam-se em casa!
(Criado em: 11/01/08 por Lívia Bastos)
(Foto principal: Lívia Bastos)


sexta-feira, 14 de novembro de 2008

BETO EM EXTREMA-MG DIA 15/11 – SÁBADO

Amanhã Beto Guedes se apresenta às 22h no Encerramento do Festival da Canção Popular de Extrema acompanhado dos músicos:
- Alexandre Lopes – guitarra
- Sérgio Rabelo – contrabaixo
- Cláudio Faria – teclados
- Neném - bateria
Local: Clube Literário e Recreativo de Extrema
Informações: (35) 3435.3711

7 comentários:

cilmara perrotti santos disse...

Olá Beto, sempre ouvia (passivamente) suas músicas quando era pequena... nao entendia bem as letras, mas gostava da melodia... hoje com 36 anos, duas filhas, uma delas com 8 anos na escola aprendendo (e se engajando com unhas e dentes) sobre sustentabilidade do planeta, me deparei novamente com uma de suas letras - SAL DA TERRA - que será cantada por todas as crianças da escola (Col. Santa Úrsula Maceió AL) nesta terça-feira 18/11... será com certeza muito emocionante (e bastante marcante) ouvir desses pequeninos coisas que voce disse a 30 anos atrás e que, estupidamente, ainda teimamos em nao dar ouvidos... Como voce pôde, a tantos anos atrás, ver tantas coisas que nós (seres humanos medíocres) ainda nao conseguimos enxergar... e quando conseguimos, somos tomados por uma paralisia.... uma inércia estúpida e que continua a nao nos levar a lado algum.... quem sabe nesta terça consigamos sair da escola com o coraçao tomado pela suas palavras.... quem sabe a harmonia tao desejada comece enfim a fazer parte de nós.... deixando nascer o amor, deixando fluir o amo... deixando crescer o amor.... deixando viver o amor! Obrigada por ser um sábio aqui na terra!
Cilmara Perrotti Santos

Ricardo Riso disse...

Oi, Beto!!
Somente agora descobri o seu blog. Meus parabéns!!!
Suas canções me acompanham desde a infância nos anos 1980. Estão comigo nos períodos de alegria e tristeza, amores, angústias, felicidades, incertezas... ou seja, me acompanham em todos os momentos da minha vida.
Louvo aos quatro ventos que a sua música e de todos os que participaram do Clube da Esquina foi o que melhor aconteceu na música brasileira, pois não é só música, é modo de vida, é filosofia de vida a ser seguida.
Tenho um blog (e vou colocar o seu nos meus favoritos) que se chama Riso - sonhos não envelhecem - http://ricardoriso.blogspot.com
Abraços,
Ricardo Riso

Lu disse...

Olá Beto! Sou muito sua fã, amo suas músicas e sua voz, qdo vai vir pra São Paulo fazer shows? Muita luz e paz!
Bjs
Luciane

claudia disse...

Olá Beto
O meu comentário não é exatamente sobre o show de 15/11, mas aproveito o espaço para declarar meu amor por sua obra.
Sou de Santos/SP e a última vez que vi você por aqui foi no Coliseu, ano passado. Está na hora de voltar.
Em julho passado realizei um sonho: conheci Lumiar. O lugar é lindo e a trilha sonora do passeio foram suas músicas, é claro.
Um beijão
Cláudia

Anônimo disse...

Grande Mestre,é o nosso "Jerry Garcia" brasileiro...rssss.Descobri esse blog e sinto muito feliz em ve-lo atuando dinamicamente.
A ultima vez que o vi em um show foi em 1998 em Manaus,desde então aqui vim morar para o Sul e não tive a oportunidade de ve-lo tocar aqui.
Se tiver um tempo faz uma turnê para cá,pois tem uma galera que curte teu som de carteirinha e nos sentimos isolados aqui.
Continue com seu trabalho e desafiando o famosos "jabá" que infelizmente ainda existe.

Forte abraço.Marcelo Caju - Porto Alegre RS

Anônimo disse...

Beto,gosto muito de seu trabalho, de sua sensibilidade,de músicas como "Amor de Indio", "Feira Moderna", Luz e Mistério", "Sol de Primavera" e "O Sal da Terra". Mas Você gravou uma música de seu pai que gosto muito, inclusive gravada tb por Paulinho Pedra Azul que é "Cantar".Tenho uma pergunta com relação a letra desta música: O que significa vir "ao clarão do luar"? Obrigada pela chance de perguntar. Cláudia Bastos.(prima1@oi.com.br)

Anônimo disse...

ELE É MÚSICA – Para aqueles que esperam encontrar uma pessoa parecida com a clareza e altivez de suas canções, esqueçam! Beto Guedes não é assim. Com uma cabeça extremamente veloz e alma muito além de seu tempo, sua boca não consegue traduzir e divulgar tantas palavras e idéias. Com seus tiques e, segundo ele próprio, suas esquisitices, nosso Beto parece mesmo que sairá correndo a qualquer momento. Isso assim muito provavelmente por tratar-se de artista único – dificilmente encontraremos outro com ele –. Beto Guedes nasceu para cantar, nada mais que isso. Normalmente temos o artista como a pessoa que faz a leitura, a tradução e a divulgação das necessidades humanas que estão no “ar” do seu tempo. Pois bem, Beto Guedes se dirige para o “lugar” das leituras e fica por lá alguns segundos mais, creio. Tempo suficiente para transformá-lo em meio homem e meio a própria música. Rigoroso ao extremo na aversão às injustiças, seja qual for, parece que o mundo desaba em sua cabeça apenas por esquecer um dos nomes de seus inúmeros amigos, principalmente àqueles que o ajudam no projeto que estiver realizando. Beto Guedes não é uma pessoa doce, ele é a própria doçura. Meu orgulho é viver o mesmo tempo que ele, e ter me deixado influenciar com suas composições, o que me obriga a oferecer o meu humilde Muito Obrigado!

Luiz Cláudio Lima
Rio de Janeiro - RJ